Se foi o sol...

 

 

La fora amanha o sol não estará mais como o que me foi ontem...

 

Hoje a lua chora comigo, as estrelas gotejam sobre minha solidão,

 

 gotículas de balsamo.

 

Meu coração esta vazio, meu castelo sem rei,

 

minha alegria se foi, minhas ilusões e sonhos sepultados

 

Palavras vãs, jogado do lado como pedaço sem valor,

 

nada restou nem mesmo o beijo da despedida!

 

Somente o descaso agredindo de maneira brutal o amor...

 

Amanha não terei a quem oferecer meu beijo, com quem fazer meu desejum,

 

meus pássaros já não cantam meus animais choram com coral triste a ver-me

 

entregar-me de forma definitiva as trevas solitárias.

 

De poeta me torno peregrino a caminhar sozinho por estradas desconhecidas

 

Tudo sem cor tudo sem cheiro tudo sem gosto resta-me fazer da noite o manto

 

não tenho mais o acalento a aquecer-me a alma...

 

 

 

Cristal Solitário