Escadarias do tempo

 

 

Subo os degraus do tempo, cada qual com seu peso

 

As lembranças doces de um amor que me fez sorrir e acreditar na vida, outro,

 

Mais adiante,degrau carrasco a retirar-me brutalmente o sonho de ser feliz...

 

Outros  me fazem recordar os dias com o trabalho, minha evolução a cada dia de

 

constante luta, e o  crescimento não só material como intelectual.

 

 Mais adiante me recordo da família, dos filhos que mesmo não me sendo de

 

sangue foram criados e , me fazem orgulhosamente gritar valeu!

 

Alguns traiçoeiros me fazem lembrar-se da maldade dos amigos falsos a conspirarem

 

nos becos da ignorância a lançar farpas sobre meu nome atacar minha moral

 

simplesmente porque enquanto eu me ocupava em crescer, eles dispunham de muito

 

tempo para a maldade, e mesmo a assim sentavam-se a minha mesa...

 

A estes degraus que me são colocados nesta grande escadaria chamada vida por este

 

“que é o arquiteto de nossas escadas o grande e unico a amar-me sempre Deus”

 

 

Cristal Solitário