Despir a alma

 

 

Entrega-me teu coração com a mesma profundidade que te ofereço o meu...

Vem dispa-se em noite de luar,

com gosto de meu, me faz teu escravo abusa de mim,

oferece-me tua pele e deixe-me saboreá-lo por inteiro como gostas,

deixa-me percorrer teu cantinhos secretos

abrindo cada uma das chaves dos segredos do prazer e do êxtase que guardas em teu corpo,

entrelaça ao meu e em sono profundo e juntos vamos saudar o amanhecer com nosso beijo,

e lançando-nos novamente aos lençóis que já exalam o aroma do néctar desse amor

trocado por ambos como se primeira vez fosse...

Mas anjo picante nada disto me fará teu e feliz

se nao despir tua alma entregando-a a mim como entreguei a minha pra ti,

vem deixa de lado teu medo, me faz teu senhor,

e deixa-me fazer-te meu... mas não apenas por uma noite, ou horas,

mas pela eternidade!

 

Cristal Solitário