DE MÃOS ENTRELAÇADAS...

 
 

De mãos entrelaçadas, unimos novamente nossos corações

despedaçados pela dor provocadas por nós mesmos

com gestos insanos, andamos em busca do que deixamos para trás,

e lá no refúgio de nossas almas, encontramo-nos,

 saímos como dois anjos irradiando felicidade 

 e entre os campos descobrimos a tempo

que ainda nos amamos.

Refeitos  e prontos a lutar contra  todos os obstáculos,

 que possam nos impor os incrédulos e carrascos do amor,

de mãos dadas, vamos agora escrever novos tempos,

 brincar, sorrir, amar, nos soltarmos nos jardins de Eros

envolvendo-nos como amantes, com a paixão de fogo ardente,

que vem do interior de nossos vulcões adormecidos

ou pela imposição do que o tempo nos fez.

Vamos percorrer o mundo de mãos dadas

corações unidos em busca de nossa morada de amor

que de ora em diante se faz em todos os campos,

em todos os rios e oceanos, 

será no ninho dos pássaros que vamos viver nosso sentimento único.

Vamos juntos superar todas as  barreiras

vencendo a tudo e a todos,

quaisquer obstáculos que nos sejam impostos

 serão pequenos diante da força do fogo desse amor,

agora mais do que nunca Deus se faz presente em nossas vidas

e volta a aplaudir nosso amor,

adeus trevas, adeus escuridão viva o amor!

 

Cristal Solitário

O Poeta dos Sonhos