Como faço para tirar esta marca de mim!

 

Grito aos céus desesperadamente,

subo nos penhascos em busca da minha renovação,

 Lanço-me nas águas dos oceanos em busca de minha purificação...

Tento ser forte, vou ao encontro da própria morte...

 Lanço-me em braços de desconhecidos e nada mais temo!

As flores que me ladeiam já não mais me tocam,

 A brisa antes amiga se foi,

 O tempo para...

 Agora, busco os dias que por vir,

me oferecem a única saída para o encontro de minha paz...

Você me fez viver,  sonhar, acreditar...

 Fez-me sentir-me gente, possui, e fui possuído,

 Lançou-me ao mundo de paixão ardente,

que jamais vivi e repentinamente,

 Transformou meus sonhos em pesadelos, meu mundo em trevas!

Aprender a viver sem você, difícil será,

 porque transformei minha própria vida em ti, mas jamais serás meu,

 Pois sei que amas a outro e não te culpo por isto.

Um dia te disse que o que me fizestes viver

 já compensaria ter vivido e acho que já vivi...

Ah!

Querido agora você se faz passado,

um passado que atormenta que tira o fôlego, me deixa fraco,

 Um passado a me cobrar teu cheiro, teu beijo, teu carinho,

As tardes...

Os sonhos...

Onde estará você?

 Para aonde eu irei?

Onde poderei encontrar-me, se você era meu caminho

 A quem entregar-me, se te amo com todas as minhas forças,

 Porque amá-lo se tu és o amargo e tenho consciência disto?

Ah...

 Amor!

 Como me castiga, coloca-me a prova, até aonde suportarei,

 Gritar que sou forte, não posso mais,

 Grande fui ao teu lado, mas agora...

 

 

Cristal Solitário

www.cristalsolitario.com.br

"meu pvt"

 cristalsolitario@uol.com.br