CHEIRO DE ESPERANÇA

 

Dê-me tuas mãos, vamos percorrer os bosques da alegria,

 

 soltar nosso sorriso, saudar o verão.

 

Vem!

 

Vamos ser tão fortes quanto o mar, tão quentes quanto o sol, tão profundos quanto os

 

desertos

 

Ai docinho...

 

 Vem roçar tua pele na minha, faz da penumbra nosso cantinho de encontro,

 

 Vem...

 

Deixa saboreá-lo cada dedinho, cada contorno, quero você inteiro nos meus braços!

 

Vem, senta em meu colo, vamos nos despir de nossos pudores!

 

 Saudemos o amor que

 

avança sem limites, percorre nosso sangue,

 

toma conta de nossa alma lançando-nos

 

neste turbilhão de magia

 

Não deixa nada estragar nosso amor, se solta!

 

 Vem...

 

 Deixa de ser gato ferino, vem ser

 

manhoso meu pra sempre,

 

deixa-me penetrar em tuas entranhas, fazer você gemer entre

 

nossos lençóis e gritar:

 

Te amo!

 

Ah!

 

 Este cheiro de esperança no ar,

 

nossos olhos dando voltas ao mundo encantado,

 

 que se posta diante de nosso amor!

 

Vem, faz de meu tempo teu espaço, de minha alma tua alma,

 

de minha vida tua vida,

 

 Vem...

 

Vamos amar soltos pelo mundo, libertados de nossos passados!

 

Cristal Solitário