Busco-te

 

Nestes caminhos que me levam ao desconhecido,

 

 enfrento cada armadilha,

 

 supero cada obstáculo, suplanto minha exaustão em busca de encontrar-te.

 

Meu mundo é incompleto sem a cor de teus olhos, sem os teus braços fortes e

 

aconchegantes nas noites de frio...

 

Ah! Meus lençóis sentem o calor de tuas pernas...

 

 A roçar entre as minhas em um vai e vêm de juras trocadas,

 

 gozos intermináveis

 

 noites que viravam dia, sem que fossem percebidas!

 

Neste luar que me apresenta, recordo-me de tua silueta meio ao banho...

 

 Nossos lábios tocados pela magia faziam o aroma do amor se espalhar em nosso

 

castelo!

 

Ah! Esta magia única!

 

Dias vividos, que não podem ser roubados,

 

a proteção que me oferecia, à entrega por absoluto, sem barreiras e sem medos!

 

Ah! Cada momento vivido como único, saboreados em plenitude...

 

 Cheiro de amor no ar, mistura de sexo e paixão por entra as janelas entreabertas...

 

Segredos trocados, promessas de amor eterno

 

 Ah! Como te busco...

 

Por onde se escondes?

 

Até aonde terá que ir minha busca?

 

Nada importa se viesse com tuas forças e me ressuscitastes agora mesmo!

 

Mesmo que eu morra em busca de ti, haverá de ter valido a pena!

 

Amo-te pela eternidade!

 

Cristal Solitário

 

www.cristalsolitario.com.br