Anjo azul

 

De mãos entrelaçadas, sem medo de ser feliz,

 Percorro caminhos antes desconhecidos

Com o coração tomado pelo mel dos teus lábios, 

 a pele com teu cheiro.

Adentro aos vulcões adormecidos em minha alma

E enfrento qualquer força para contigo estar

Das horas transformadas em partículas de segundos

 Devolve-me a esperança que agora o sol veio para ficar

E que passo de tapete do mundo a ser

a constelação mágica do amor

Tua alma me fala quero-te e a minha entrega-se

neste jogo de sedução e prazer

 Onde os gozos já nem sequer podem ser contados

 Cada um como se fosse a primeira vez

Fazendo-nos amantes do universo

a saudar-nos com sua amplitude

Com os dedos de nossas mãos passamos agora

escrever a mais linda historia de amor

Exemplo vivo que o amor é general absoluto

 Vencendo e derrotando o medo, o preconceito, a vergonha.

Agora não importa-nos mais nada

A não ser levar o exemplo de força de nossa união eterna

Te amo, meu anjo picante azul e pela eternidade!

 

Cristal Solitário