Adotei...

 

 

Quando a dor abateu-me jogando-me as margens do desprezo

adotei a reflexão...

Quando a morte fria roubou-me seres amados

adotei a fé...

Quando traído fui por aquele a quem entreguei meu próprio néctar

adotei a renuncia...

Quando ao olhar para o mundo observei que existia muito a ser feito

adotei o trabalho...

Quando a doença abateu-me

adotei a resignação...

Quando me senti sem amigos meio a um mundo selvagem

adotei a serenidade...

Quando a minha frente foi colocado prazeres fúteis

adotei a razão...

Quando ao vi a fome  

adotei a caridade...

Quando não me foi possível proceder  mudanças 

adotei a  humildade...

Quando me foi dada a escolha entre o bem e o mal

adotei o equilibrio...

Quando busquei o repouso de minha alma

adotei a harmonia...

Quando tropecei nas pedras impostas pelo destino

adotei a persistência...

Quando bate as portas de tudo que não conhecia

 adotei a prudência...

Quando enfim resolvi escrever minha historia

adotei o Amor!

 

 

Cristal Solitário

Poeta dos Sonhos