Um mestre constante...

 

O dia se faz presente

em minha existência...

Deparo-me com os pássaros,

com seu canto suave, em minha varanda;

a borboleta, que me encanta

com suas cores; o sol presente

como astro-rei a dizer-me

“vem comigo, é dia...”

Assim, começo a conviver

com o grande professor, o “tempo”,

procurando passar por ele,

 galgar meu singelo aprendizado,

para que, ao recolher-me, possa, enfim,

sentir-me bom aluno deste Senhor,

que, às vezes, não me agracia

 só com momentos bons,

mas que em tudo

se faz sempre mestre.

 

Cristal Solitário

 
 
Tutoriais Denise Worisch
 
 
Respeite os creditos ao repassar
Obrigado