SABOR

 

 

Neste vai e vem de corpos, a rolar nas areias do oceano que contempla nosso amor

 

Este aroma de paixão no ar, o roçar de nossas peles entregues a este amor,

 

sabor de frutas silvestres, lanço-me aos teus lábios,

 

 como se me fossem morangos servidos e

 

sinto-me Deus entre o Olimpo!

 

Nestes momentos únicos, onde a entrega se faz sem limitações, a alma se depreende e o

 

amor supera as barreiras.

 

O tempo, antes senhor agora testemunha esta entrega alucinante,

 

de um êxtase jamais sentido...

 

Colho as flores, mais raras para entregar-te ,

 

 tornam-se efêmeras diante de tua realeza, a

 

se superar em beleza, aroma, e charme a todas.

 

Se colho as pedras mais preciosas existentes,

 

elas se tornam pequenas e sem brilho,

 

diante de teus olhos azul safira.

 

Se faço de meus caminhos tentativa de fugir de ti,

 

 todos me levam novamente a teus braços,

 

os únicos a oferecer-me segurança e esta

 

paixão que contamina meu ser!

 

Ao escrever meus dias, sempre você é o inicio o meio e o fim,

 

 pois sem ti não sei e nem quero mais viver!

 

 

Cristal Solitário