Dolorida Espera

 

 

 

O dia fechou suas cortinas,

 a noite se faz senhora perante minha sacada,

a lua escondida, mas atenta, estrelas enfeitam os céus , mas o silencio é reinante.

Após meu dia de labor,

com a certeza de ter semeado amizades

e gestos de amor carinho e respeito,

preparo-me para poder entregar-me ao sono

que por vezes me faz sonhar com aquele

 há quem um dia dividirá meu leito,

e outras me tráz o pesadelo da lembrança

de mostrar-me que estou só...

Mas o sonho me dará ao menos a esperança

de poder acordar um dia

e ver o sino de minha porta tocar,

e quando a sacada do meu aposento sair

ver-te enfim e com teus olhos de amêndoas falarem-me a alma meu cristalzinho,

cheguei, sou teu anjo picante!

Pode  tirar tudo  de mim, tudo,

mas uma coisa ninguém tem o poder de arrancar

 de mim....

 meus sonhos... eles são meus...

 e agora...

 é por eles que vivo...

 

Cristal Solitário

 
Poesia de: Cristal Solitário

Arte e tutorial de: SuelyDam

Tube: Gran

Música: We Drean

 
"Por uma internet ética"
vamos valorizar o trabalho de todos os artistas:
poetas, formatadores, musicos, tubeiros, tuteiros, tag e dancemakers)

  
Formatação contato:

Livro de Visitas
Menu Poesias
Próxima Poesia