Do nada surgistes

 

 

Noite fria amarga é a solidão dominante,

a lagrima roça a face e até esta se faz solitária,

os pensamentos distantes levam ao toque de uma tecla

que se abre algo e quando vejo lá esta você...

Aquele que tanto esperei aquele,

a quem tanto escrevi, mesmo antes de conhecer,

ali na minha frente e eu encantado e você também,

palavras, sorrisos, emoção que aflora a pele meche com a alma,

faz o coração bater mais rápido

sentir-me criança encantada ao ver que meu anjo existe e ali está afinal...

E agora? O que poderei esperar?

Você voltará a minha tela? virão até mim teus lábios?

E se colarão aos  meus?

Nossos corpos serão um só no êxtase do amor total  pele será uma só,

será que enfim voltarei a sorrir?

Será tu meu anjo picante...?

 

Cristal Solitário

Poeta dos Sonhos

 
 
 
 
Poesia de: CRISTAL SOLITARIO
TUTO: DENISEW
IMAGEM: DA NET TRABALHADA POR MIM

MUSICA: NAO SEI (RS)