Derradeiro...

 

 

As pálpebras pesam,

a luz se distancia,

vem a imagem de tudo que vivi,

tudo que fui,

e entre tantas lembranças

agora deixadas teu rosto,

teu beijo,

nossos instantes

agora transformados

em lembranças doces a serem deixadas...

Esse cansaço que toma a minha alma,

lutei por algo que pensei existir,

procurei entre os homens um anjo,

mas que não fosse totalmente puro

daí procurá-lo como picante,

deparei-me com seres estranhos

que buscavam somente prazer carnal,

e que não acreditavam no amor,

talvez tivesse sido esta a nossa grande missão

a de provar a todos,

a existência deste sentimento único,

 mas até mesmo nós falhamos...

Enfim fecho os olhos entrego-me a senhora solidão ...

 

Cristal Solitário

<Poeta dos Sonhos>

 

 
 
 
 

 

Próxima Poesia