Batalha final

 

Alcancei grandes campos floridos e, sob eles, escrevi a historia de amor mais belo. Diante da natureza me postei como insignificante ser, mas logo, ela mesma, colocou-me ao centro de si.

Ofertei aos apresentados amor, compreensão, paternidade, amizade, mostrei a cegos tomados pela ignorância da alma, a luz...

 Devolvi vidas, ensine,i orientei, fui amante, companheiro, aluno, professor, instrumento do bem...

Joguei fora anos de vida, sorrisos, diversão...

 Ao lar dediquei-me a meu amor, entreguei-me e renunciei ao mundo exterior.

Com a morte batalhei e por ela tropecei em lagrimas que doeram a alma, fiz da fé e esperança no ser supremo, minha fonte de vida.

Veio à traiçoeira inveja, abateu-me e com ela veio à sedução maligna...

  Tomou-me por algum tempo os campos floridos em que era meu ninho de amor.

Mas, a fé e meu grande pai, deram-me forças e, hoje, liberto das amarras, volto ao encontro de tudo que é meu e que me foi tomado...

  Avante vou com todas as forças fazer com que minhas flores e cristais voltem aos meus campos!

 

Cristal Solitário

 

 

Tutoriais Denise Worisch

www.pspcyber.com.br

 

 

 

 

Livro de Visitas
Menu Poesias
Próxima Poesia