A SENTENÇA?!...

(condenação)

 

Se condenei, condenei a mim mesmo

A sofrer na desgraçada solidão

Que me roubou tudo que desejei!...

Meus sonhos, minhas ilusões...

 

Se condenei, condenei a mim mesmo

A sentir a desilusão  e abandono

A voltar às noites sem sono

Perdido no inferno do desejo irrealizado

 

Se condenei, condenei a mim mesmo

A desistir  de acreditar no amor

A desistir dos sonhos realizarem

A desistir de buscar felicidade

 

Se condenei, condenei a mim mesmo

Ao mundo onde a dor impera

Onde o hoje é esquecer que existo

Onde o amanhã são dias negros e vazios

 

Se condenei, condenei a mim mesmo...

A viver a noite eterna de amargura

A sentença mais cruel do que a morte

Condenei-me a não ter você...

 

Cristal Solitário

 
 
Tutoriais DeniseWorisch
www.pspcyber.com.br
 
Respeite os creditos ao repassar.
Obrigado.
 
 
 

 

 

Livro de Visitas
Próxima Poesia