Ah! que beleza é esta?

 

Nos caminhos que a vida apresenta-me, neste mundo chamado de frio e virtual, deparo-me contigo.

Em meus dias de sol tens sido tal como os pássaros; aposta  sempre com tua alegria a fazer de meus dias mais coloridos que já são.

Nas noites de tristeza, de pensamentos profundos, de solidão, me foi a mão  amiga.

Em cada dia  que nasce e se vai sempre com a força desta amizade que nasce do virtual, mas, já se instalou em nossas almas.

Ah! como é bom poder chamá-la de minha amiga, de brincar contigo, de virar, criança de poder contar com teus conselhos, com teu apoio sempre.

Tua alma é linda, pura, mãe, mulher, poetisa, formatadora, mas, acima de tudo, um ser humano como poucos a quem a gente pode sentir orgulho de gritar ao mundo: -  La vem minha amiga, minha irmã!

Fazer-te uma homenagem não foi tarefa fácil, pois, por mais bela que fossem as palavras, perante a tua beleza, a tua luz sempre seriam pequenas demais.

Minha amiga, grande mulher, senhora da arte, dama das letras, doce amada Iara, como mel adentra ao caminho de minha existência e me faz um ser imensamente feliz por te-la ao meu lado.

Obrigado, anjo lindo, estrela de meu universo, brisa de minha existência, Irmã de minha alma, sereia de meus oceanos, obrigado anjo lindo por tudo!

Amo-te! nunca duvide disto!

 

Cristal Solitário