Ciranda "As Pontes"

 

11- A Travessia

Passos solitários
Despojada de bagagens
Sem tristezas ou arrependimentos
Leve e serena
Farei a travessia da minha ponte

Comigo levarei apenas lembranças
O calor dos abraços que troquei
O encantamento dos amores que senti
O doce  sabor dos beijos que beijei
A beleza de momentos que vivi

Não levarei saudades ou mágoas
Nem voltarei meu rosto
Para dizer um adeus

Sem pressa ou negação
Aceitarei a transformação
Certa de que cumpri minha missão

isarmariasilveira

12- A  PONTE
 
Pra que serve a ponte?
... Une o amor com a felicidade.
E quem sabe,
ela não aproxime as pessoas?
E se ela existe, é pra ser usada, nunca evitada,
porém, alguns humanos não sabem!
E durante a caminhada espiritual
não a encontram neste mundo desumano;
E não entendem,
que ela evita cair nos rios caudalosos do viver
E na verdade,
ela é a própria humanidade,
E todos continuam sem perceberem.
... Mas quando morrerem,
E precisarem passar desta vida pra eternidade,
saberão que a ponte é o único elo de liberdade
entre a terra e o paraíso.

Luiz Felipe PD

13- Passagens

Atravesso pontes internas
Como quem naufraga
Num verso trôpego!
Quando eu morrer,
Não coloquem flores, por favor!
Quero-as, agora,
Brancos cravos em profusão.
Atravesso os dias,
Como quem dedilha um solo de violão,
Longe,
Tangendo restos de solidão!
Atravesso linhas da tua mão
Ciganamente, feito um poeta louco,
Embriagado de nuvens
E de teu olhar!
As pontes naufragaram.
A morte um dia acontecerá.
Tua mão,
Não sei.
Teu olhar,
Cadê?

Paulo Monti

14- A ponte

Estava sempre lá... indicando o caminho
Eu também estava sempre lá... decidindo o caminho..
E ficamos as duas assim por um tempo, imóveis, pensativas
indecisas.
Do lado de lá, o que teria?
do lado de cá, o que deixaria?
 e nessa dúvida infinda... ficamos ali... as duas, imóveis
pensativas , indecisas.
O tubilhão de idéias e pensamentos, passavam  pela
minha cabeça, bastaria um passo para que tudo
mudasse... e a ponte me chamava... eu... recuava...
num dado momento olhei pro céu e vi uma nuvem se formando.
Vi que a tempestade se aproximava... e de repente, pingos grosssos
caiam sobre mim...
e foi esa tempestade que me fez dar o primeiro passo.
A ponte, sorridente e feliz me abraçou e me acolheu.
Caminhei pro lado de lá, e vi que tudo era diferente.
Bastou uma ponte  uma decisão e  um passo.

Alda Lúcia

15- Ponte da Maturidade

Atravessei minha ponte para a maturidade,
Onde avalio os fatos no hoje... já ocorridos,
O tempo por mim já percorrido,
As experiências que passei,
O belo que alcancei.

Atravessei sem dó, com passos firmes,
Sabendo o que queria alcançar do outro lado,
Com nariz arrebitado... nem hesitei,
Tinha de passar... passei.

Tanta gente vi parada no caminho,
Sem saber se ia ou voltava,
Em uma duvida de fazer dó,
Com idéias incertas sobre o que queria,
Numa variável triste dos que se sentem só.

Em contrapartida vi pessoas ousadas, decididas,
Andando a passos largos,
Sorriso no rosto de satisfação,
Pois essa ponte olhada com o coração,
É o principio, o inicio da elevação.

Com certeza escolhi acompanhar os de alto astral,
Aqueles que de tudo fazem uma festa,
Saboreando as realizações com boca de criança,
Sentindo realmente a plenitude da idade madura,
Onde o ser feliz é a cura dos males do corpo,
Colhendo do ar que respira, flores de prosperidade,
Olhando para traz, para os indecisos,
Sorrindo, como a dizer:
Vem...
Hoje fui eu, amanhã é você,
A passar por esse portal de bem querer.

Kaena/Nena Andrade

16- COMO EU QUERIA UMA PONTE...

Ah, como eu queria!
Queria sim uma ponte
Que me levasse aos meus sonhos
Tornando realidade os meus desejos

Uma ponte,
Que me levasse  além... muito além da tristeza
Que me levasse às nuvens para sonhar
Que me levasse às estrelas para brincar
Que me levasse a lua para namorar
Que me levasse ao sol para vê-lo brilhar

Uma ponte,
Que me levasse direto a você
Aos seus braços, para sentir o seu abraço
Sentir seu corpo, seu cheiro, sentir seu beijo
Olhar dentro dos seus olhos e nele ver o brilho da paixão
Para acabar essa distância que cada dia torna-se mais distante

Uma ponte,
Que transcendesse o amor carnal
Que exaltasse o amor espiritual
Que nos trouxesse a paz tão desejada
A  felicidade tão almejada
E a paz tão esperada.

Sandra Mamede

17- A PONTE

Nos entremeios da vida,
entrevejo minha ponte.
De ontem ao hoje, uma longa caminhada.
Muito há a andar!
Só Deus o sabe.
Com Ele deixo meu trilhar!...

Se ela for longa, muito terei a percorrer.
E a percorrerei com muito " Amor" impregnado,
pois amando, este caminho será bem mais suave,
e a ti entrego meus dias futuros,
para que os comunguemos
com nosso coração ,
a cantar uma suave canção!

Canção que tornará este caminho
uma ponte que me levará a ti,
que me levará à vida,
à alegria, aos versos, às rimas,
ao que preciso, em mim, para ser feliz!

Ponte, sê para mim, amiga e companheira!
Não me deixes me perder.
Antes me faças encontrar em ti,
antes do meu salto,
meu grande amor a viver!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

18- A PONTE

Comecei a caminhar na Ponte
que liga o hoje ao amanhã,
no momento em que cheguei
aqui, neste mundo...
No dia em que minha Mãe,
com as bênçãos de Deus,
me deu à Luz...

Nesta Ponte, foi que aprendi
a dar os primeiros passos,
a compartilhar momentos com  irmãos,
a segurar nas mãos de Papai,
que me ensinou as coisas da vida.

Nesta Ponte, aprendi a falar.
Com Mamãe, aprendi a juntar as palavras
e usá-las de maneira que não magoasse
 os Amigos, ou quem quer que fosse.
Com ela, aprendi a rezar...

Nesta Ponte, foi que cresci
a cada dia que passava e,
caminhando eu seguia para o amanhã,
lugar que esta ponte estava a me levar...

Nesta Ponte,  um dia, de mãos dadas
com  meus pequenos, caminhamos e eu,
lhes ensinei as coisas da vida.
Falei do Amor, da Amizade, da Lealdade,
até que um dia, soltei-lhes as mãos...
Eles precisavam seguir seus passos
nesta Ponte que liga o hoje ao amanhã....

Hoje, ainda caminho nesta Ponte.
Vou seguindo mais lentamente,
mas, vou acompanhando meus pequenos,
de mãos dadas, com seus pequeninos,
assim, como fiz um dia... e sigo sorrindo,
agradecida a Deus, por me permitir
caminhar nesta Ponte... que um dia,
me levará ao amanhã... de uma nova Ponte!...

A Ponte,
que levará o hoje até o amanhã... Sempre...

Chama-se  "V I D A" !!!

Thais S Francisco
"Beijaflor"

19- Ponte

Bebo a agua fria
dos sentimentos perdidos
ando na ilusão
procuro seus olhos
não sinto temor
a razão alivia o desconforto
por cima do poço dos desejos
a ponte faz um arco
o silêncio do vento
encobre as chamas da glória
e as pegadas do esquecimento

Carlos Assis

20- Minha ponte...

Era uma ponte sobre um rio de águas claras
Era o fim da minha caminhada
Era uma canção de sonhar
Era o vento tocando meus cabelos
Levando os sonhos meus...
Era meu coração cansando de tanto caminhar
Aquela ponte que tão longe estava
Era meu pouso minha chegada...
Estava no outro lado, a paz que eu tanto buscava...

Clicia Pavan

21- Atravessando pontes

Acordam as fontes no meu pensamento
Porque é mais um mês de janeiro,
Aperto meus olhos, procuro um vento
Para dar cor aos meus devaneios.
Banho minha alma nas pontes de lua,
Não quero mais este vento bobo!
Que feneça ao relento, sozinho...
Vejo flores envergando seus caules
Gelado sonho, escorrego na saudade
Nem sei mais se entendo de ventos...

Sunny Lóra

22- PONTES & PONTES

São tantas as pontes que atravessamos
na trajetória da vida em expansão.
São as pontes que aproximam por acaso,
tantas criaturas de bom coração.

Estas pontes alvissareiras,
tem perfume de doces rosas,
trazendo o bálsamo do amor e amizade,
suavizando as feridas dolorosas.

Mas existem outras pontes,
tão difíceis de atravessar.
Olhamos as pedras e escolhos,
paramos...o medo a nos atacar.

Porém, há que se ter a coragem
de através delas transcender
todas as frustrações e angústias,
pois ao seu final, novo sol vai nos aquecer.

Guida Linhares

23- Meu rumo

A ponte que me foi presenteada,
tão bela, entre canteiros acontece.
É viva, muito alegre, encantadora,
e a encher-me de promessas, permanece.

Sei dela, de seus sonhos e desejos,
mas temo que ao pisá-la, se desfaçam
e, assim, a fito, num flertar contínuo,
lotado de esperanças e vontades.

Seu cheiro, mesmo ao longe, se percebe,
pois flores a revestem inteiramente.
Heras, cravinas, jasmins, amor-perfeitos,
transformam-na em passagem e aconchego.

Ah, ponte, se eu soubesse, com certeza,
que tu me levarias ao infinito,
deixava em ti as marcas indeléveis
de todo o meu caminho percorrido.

Porque seguir, assim, por outras trilhas,
só traz de volta andares já cumpridos.
 Quem sabe, então, entregue ao teu espaço,
eu faça a caminhada ter sentido?

Tania Melo

 

 

Índice
Participantes 1 à 10
Participantes 11 à 23